Conheça o conceito de comida de verdade e entenda o motivo de considerá-la definitivamente na sua alimentação

Imaage: Conheça o conceito de comida de verdade e entenda o motivo de considerá-la definitivamente na sua alimentação

Veja nossas dicas sobre o que é e como ter acesso a comida de verdade.

O conceito da alimentação saudável pode ser mais simples do que você imagina! E neste cenário, a comida de verdade é bem conhecida por quem acompanha o Guia Alimentar para a População Brasileira, elaborado pelo Ministério da Saúde.

Muitos profissionais da saúde defendem que ela começa no aleitamento materno. Mas afinal, o que é comida de verdade e qual o impacto de tê-la como base da nossa alimentação? E mais: qual a sua contribuição para a redução dos efeitos das mudanças climáticas? A Mais Vida te conta:

O que é comida de verdade?

De maneira geral, comida de verdade é caracterizada por alimentos in natura e minimamente processados em detrimento de produtos ultra processados.

Mas na realidade, comida de verdade é muito mais do que isso! Muito além de qualquer conceito que possa descrevê-la para se enquadrar nesta modalidade, ela precisa ser acessível física e financeiramente, aproximando a produção do consumo. Isso significa que você deve fazer de alimentos in natura ou minimamente processados a base de sua alimentação!

O termo acabou se popularizando recentemente com a cozinheira e apresentadora do canal de televisão GNT, Rita Lobo, defensora de uma alimentação sem produtos prontos e ultraprocessados. Inclusive, segura essa #dicamaisvida: ela criou um curso gratuito chamado “Comida de Verdade” em parceria com a USP (Universidade de São Paulo), com 10 aulas que estão disponíveis no canal Panelinha no YouTube. Vale a pena conferir!

E quais são os alimentos que se enquadram no conceito comida de verdade?

Simples: são todos os alimentos que vem da natureza, da terra, aqueles que conseguimos olhar e identificar o que são pelo seu formato íntegro, sem o acréscimo de corantes, adoçantes, aromatizantes ou conservantes.

Para ficar mais fácil, acompanhe esta analogia: quando você olha para o seu prato de salada, consegue identificar que ele tem tomate, cebola, alface, rúcula, batata doce, por exemplo. O mesmo para sua salada de frutas da sobremesa, certo? Agora, você consegue dizer quais ingredientes fazem parte de um item como o presunto? Pronto, agora você consegue entender o que é comida de verdade

Diminuir a quantidade de alimentos ultraprocessados do seu prato já é um começo para tornar suas refeições mais saudáveis. Mas é preciso também maneirar na quantidade de sal, gordura e açúcar que são adicionados nas preparações feitas em casa.

O consumo de arroz, feijão, milho, mandioca, batata e vários tipos de legumes, verduras e frutas tem como consequência natural o estímulo da agricultura familiar e da economia local.  Mas o que estes dois assuntos têm a ver com comida de verdade? Acompanhe no próximo tópico que a gente te explica.

Impacto muito além do seu prato de comida

A vida está corrida, e isso é fato! Nos últimos anos mudamos nosso padrão de consumo para suportar os compromissos do dia a dia e como consequência, a alimentação mudou. Está mais facilitada, com produtos industrializados e de tempo fácil de preparação.

Essas mudanças no padrão alimentar, acumulam uma série de prejuízos individuais e coletivos para a sociedade. Importante que você conheça de maneira suscinta parte deles para entender como o impacto vai muito além do prato de comida: no plano individual, doenças antes associadas ao processo de envelhecimento, atualmente atingem uma considerável parcela de pessoas adultas e jovens. No plano coletivo, a ameaça à biodiversidade e aos recursos naturais, as injustiças sociais e violações de direitos humanos também estão relacionadas a esse atual padrão de alimentação. Isso ocorre pelo fato de que uma alimentação saudável é derivada de um sistema alimentar saudável e sustentável!

Como a comida de verdade pode erradicar a fome no mundo?

A edição deste ano de O Estado da Segurança Alimentar e Nutricional no Mundo (The State of Food Security and Nutrition in the World – disponível em inglês) alerta para o agravamento dramático da fome mundial em 2020, muito provavelmente relacionado às consequências da Covid-19. Estima-se que cerca de um décimo da população global – até 811 milhões de pessoas – enfrentaram a fome no ano passado. O número sugere que será necessário um tremendo esforço para o mundo honrar sua promessa de acabar com a fome até 2030.

Especialistas mundiais apontam que a principal resposta para o enfrentamento deste cenário é o fortalecimento da agricultura familiar, responsável pela produção de 70% dos alimentos consumidos todos os dias, mas que recebe somente 4% do investimento dado ao agronegócio.

Importante neste conceito, estimular a agricultura familiar, favorecendo as formas solidárias de viver, produzir e contribuir para a promoção da biodiversidade, além de colaborar para reduzir o impacto ambiental da produção e distribuição dos alimentos.

E onde encontrar comida de verdade?

É simples: Sempre que possível, faça suas compras em mercados, feiras livres ou de produtores e locais como hortifrutis ou sacolões, onde são comercializados alimentos in natura ou minimamente processados, incluindo os orgânicos e de base agroecológica. Desmistifique o fato de que são alimentos mais caros, raros e pouco acessíveis.

Para ajudar, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC) preparou um espaço para divulgar as iniciativas que estão comercializando comida de verdade em todo o Brasil. E uma #dicamaisvida: Faça um levantamento de vizinhos interessados em comprar de grupos de produtores locais! Existe inclusive a possibilidade de se combinar entregas semanais para sua região.

E a correia não é desculpa! Existem empresas de refeições semiprontas ou congeladas que empregam este conceito em toda a sua cadeia produtiva e que podem facilitar a sua rotina com combinações gastronômicas saborosas, culturalmente apropriadas e nutricionalmente balanceadas. Assim, você concentra sua energia no que mais importa! É o caso da Mais Vida Alimentos, que nasceu com este propósito estampado!

Que tal começar agora com comida de verdade?

Comida de verdade transforma! Quando se aprende a identificar o que é comida de verdade, o processo de planejamento e organização da rotina alimentar se torna mais simples. É saudável tanto para o ser humano quanto para o planeta!

E por onde começar? Aplique o conceito de “abrir menos pacotes”, ou seja, evitar alimentos embalados, como bolachas, margarinas e embutidos, e ingerir mais vegetais, sementes e castanhas. A frase “descascar mais e desembalar menos” é um dos princípios da alimentação saudável e a maneira como uma boa alimentação deve começar! 

Image
Comida de verdade, congelada para simplificar a sua vida e fazer seu tempo ser aproveitado da melhor maneira